encontros e serendipidades: bee happy de dezembro

Quem acompanha o blog percebe que uma vez ao mês destaco seis coisas que me ocorreram. São detalhes, são viagens, comidas; prosas do cotidiano. Muito me alegro de poder conversar sobre essas coisas com vocês. Registrar a vida e mostrar ao mundo que os instantes podem ser bons me deixam cercadas por vontades gigantes de conhecer mais cidades, países e inspirar [ainda mais] pessoas.

Para bem comemorar o projeto Bee happy de dezembro eu e Laís saímos para conversar e observar bem esses detalhes. Combinamos nos cliques e admiramos as plantas, os sorrisos, as angústias e recomeços. A paleta com as cores de hoje está em rosa e verde. Amei muito tudo isso juntinho. E para dezembro desejamos a leveza e fizemos dessa palavra o tema do mês.







O fundo rosê ficou tão bonito. Amo quando o que eu quero registrar se destaca. Nesse caso, o verde casou com o rosa e as rosas foram o meu xodó. Flores sempre encantam de alguma maneira e essas aí me cativaram muito! Talvez essa tenha sido o ano em que eu olhei de maneira mais singular para tudo que fosse natural. Registrando, ilustrando, sentindo.  E essas coisas precisam ser bem mais valorizadas. Se olharmos bem ao redor só veremos encanto - e isso importa muito.

Bem, além das tantas conversas e plantinhas, nasceram também os registros pessoais. Eu, que quase nunca me vejo a frente das lentes, passei a me ver de maneiras tão lindas. 

Conversar sobre coisas bonitas é bom, e falar sobre monstros também. Talvez o maior deles foi o desse esse ano quando busquei me redescobrir e encarar de vez a minha aparência. Quando nos punimos e nós mesmos nos tornamos os nossos monstros tudo, absolutamente tudo, fica difícil. Nada é cativado - por mais que trinta pessoas digam o quanto tu é bonito -, a questão da tal da beleza se torna um poço e você não se compreende. Você não entende que cada um é de um jeito e que você é maravilhoso do jeito que é. Os meus últimos anos foram praticamente assim, me punindo. Por isso me ver em registros não foi uma tarefa fácil, não foi. Mas hoje eu me vejo plural.

A vida nos mostra o quanto somos incríveis da nossa maneira. Com os defeitos, com os acertos. Por mais que eu ainda me estranhe em imagens posso afirmar que me sinto bem melhor e compartilhar isso com vocês me deixa ainda mais contente. 

E bem, se eu pude aconselhar: não se diminuam, não criem monstros. Não se diminuam. A essência, sem romantizar, é algo que ninguém pode te roubar. 




Quando vejo que os escritos caminham por aqui desde maio de 2014 me inundo de carinho e gratidão. Obrigada pela companhia e por entenderem os carinhos e caminhos que compartilho. Logo nos vemos com outros versos e inspirações. Espero muito que tenham gostado de acompanhar encontros lindos e as histórias, como essa do post, neste ano de 2017.

E ah, para deixar o post mais especial, o último vídeo do ano foi ao ar com os detalhes que me abraçaram no mês 12. Comentem, se inscrevam, venham.




Bee Happy é um projeto fotográfico postado todos os meses, no qual 6 fotografias (ou mais) ilustram um resumo deles; atualmente é composto por Laís (criadora), Laryssa e Laura. Se você desejar fazer parte, será bem-vindo com alegria por nós, basta apenas entrar em contato sobre seu interesse. 


4 comentários:

  1. Eu tô sem palavras pra essa filmagem tão linda que tu fez, amei de verdade. 2017 foi um ano bonito mesmo, e também de aprendizados. Novos rumos virão nesses próximos tempos e que os ventos soprem coisas boas. Te desejo um ano de luz, assim como você, Lary. Um abraço. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, passarinha! te desejo voos e coisas bonitas. ♥

      Excluir
  2. Engraçado, hoje com 25 anos penso em mim durante minha adolescência vivendo em um relacionamento duvidoso e em como eu buscava a aprovação de todos com a minha aparência. Nunca quis ser loira durante meus 15 anos, mas o fui porque diziam que era mais bonito, assim como eu acreditava que cabelo liso era mais bonito também! Mas acho que chega um momento em que a gente para de brigar com nossos monstros né Lary ? Além disso fazer as pazes com nossa aparência é algo que acontece de uma maneira muito sinuosa né ?! de pouquinho em pouquinho. ♥ Amei o vídeo, as fotos, você é linda! Essa sequência com esse sorriso, é de arrepiar. UFA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é exatamente isso, Clarinha! em um instante, sem avisar, as coisas fazem sentido. você aprende a ver as essências que a vida possui - e que cada um possui a sua. todos somos singulares de alguma maneira. e que bom dividir esses sentimentos contigo. obrigada pelo seu afeto de sempre. você é incrível <3

      Excluir

Poético Diário © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.